Cápsulas de Reflexão

Dormir

Acordar atrasada. Levantar correndo. Não tomar café da manhã em casa. Perder o ônibus. Pegar trânsito. E aí piscou o olho e já está no trabalho.

Nossa que SUSTO! Talvez fosse isso que o seu corpo diria quando você acorda assim, de sopetão. Não damos um tempo para nosso corpo despertar e assimilar que estamos acordando. Queremos que ele responda rapidamente como se já estivéssemos no meio do dia. E aí estou cansada… todos os dias. Mas continuo utilizando o despertador de maneira errada. Por que deixamos de aproveitar as manhãs?

Acordamos como se fosse algo ruim. Acordar é natural. A nossa relação com o sono que, na verdade, pode estar sendo equivocada. Tempo é dinheiro e, dinheiro é tempo, não é mesmo? E então, eu não durmo porque preciso dar conta de tudo. Mas já é uma hora da manhã e ainda há pendências. Elas nunca vão acabar, a não ser que você esteja desempregado. De toda maneira sempre encontramos coisas para fazer nos horários que deveríamos estar usando para que o nosso corpo se recupere e seja capaz de “processar” tudo o que vivemos/aprendemos durante o dia.

Dormimos tarde da noite. O despertador toca todos os dias no mesmo horário. São menos de 6 horas de sono. No início é só um mau humor. Cansaço que não termina. Dores. Atividades parecem ficar difíceis, mesmo as mais habituais. A culpa deve ser do estresse. Acho que sou muito ansiosa. Talvez eu esteja depressiva.

Eu não durmo. Nunca é o suficiente. Talvez no final de semana eu compense as horas que não dormi na semana. Continua sendo insuficiente. Não é um hábito. De longe, não é a minha prioridade. Vou ao médico e, finalmente, aparecem problemas nos exames. Agora tenho razões que justifiquem tudo isso que estou sentindo. Mas eu não dormi, eu não durmo e não dormirei. Um dia irei querer que meus filhos durmam a noite toda desde logo cedo. Infelizmente, eu mesmo não durmo, não sei dormir… como podemos querer saúde e continuar negligenciando o sono?

Hoje é simples. Começa de maneira “boba”, quase que sem nenhuma importância. É exatamente a falta de importância que damos para determinados assuntos que podem deixa-los tão importantes posteriormente. Podemos ignorar… viver anos e esquecer… mas o teu corpo te manda notícias. O que você vai escolher?

Nathália B. Becker  ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s